Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Indicadores educacionais: descubra como melhorar a avaliação de desempenho

O INEP, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, define os indicadores educacionais como o valor estatístico atribuído à qualidade do ensino. Esses indicadores não se atém somente ao desempenho dos alunos mas também ao contexto econômico e social em que as escolas estão inseridas.

indicadores-educacionais

Assim, simplificando essa definição do INEP podemos dizer que os indicadores são sinais que revelam aspectos de determinada realidade e que podem qualificar algo.

Por exemplo, para saber se uma pessoa está doente, usamos vários indicadores: febre, dor, desânimo. Para saber se a economia do país vai bem, utilizamos como indicadores a inflação e a taxa de juros. A variação dos indicadores nos possibilita constatar mudanças, ou seja se a febre baixou significa que a pessoa está melhor ou se a inflação está mais baixa no último ano indica que a economia está melhorando.

Ao definir os indicadores, os mesmos devem ter por objetivo apontar quando uma medida está fora dos padrões esperados dentro de uma instituição de ensino. E o que seria estar fora dos padrões esperados? Bom, os indicadores tornam evidente uma situação atual, comparando-a com uma meta preestabelecida. Sendo assim, os indicadores são utilizados como forma de monitorar e aprimorar os processos de gestão escolar.

Pensar em indicadores institucionais é importante e faz parte do processo de gestão de qualquer instituição de ensino. Agora, inovar é buscar indicadores para a gestão da sua sala de aula. Esses indicadores ajudam você, professor, a tomar decisões relacionadas ao conteúdo trabalhado, a metodologia empregada e até mesmo nas avaliações aplicadas.

Conheça mais sobre metodologias ativas de ensino!

Um bom começo para encontrar os indicadores educacionais que irão melhorar o desempenho dos seus alunos é analisar os objetivos educacionais propostos na sua disciplina.

Descubra como tornar sua organização EAD, melhorando a qualidade do ensino e poupando despesas

A avaliação em sala de aula

A avaliação a ser aplicada pelos professores em sala de aula tem merecido alguns estudos mas, em geral, pouca ou nenhuma orientação se dá nos cursos de formação de professores sobre este aspecto tão importante do desenvolvimento das atividades escolares.

A avaliação em sala de aula tem por finalidade acompanhar os processos de aprendizagem escolar, trazendo compreensão sobre como eles estão se concretizando, oferecendo informações relevantes para o próprio desenvolvimento do ensino na sala de aula em seu dia a dia, para o planejamento e replanejamento contínuo das atividades de professores e alunos, como para a aferição de graus.

Destacamos que a avaliação da sala de aula deve ser um processo na qual a escola tenha compromisso no desenvolvimento dos professores e que estes se sintam capazes para melhorar a qualidade da escola.

Baixe a planilha de gestão de notas!

Indicadores de avaliação da sala de aula

Professores que usam frequentemente indicadores como ferramenta de avaliação de desempenho educacional conseguem obter resultados muito mais efetivos em relação à identificação dos avanços, correção de problemas, acompanhamento e alcance de metas. Além de avaliar a necessidade de mudanças em suas estratégias. Alguns exemplos de indicadores que inspiram você, professor:

  •  frequência dos alunos: permite avaliar em quais matérias os alunos estão mais ausentes, demonstrando a insatisfação com determinada disciplina;
  • média das notas em uma disciplina: determina o grau de dificuldade em uma disciplina;
  • média dos alunos em relação a turma: determina o nível de afastamento do aluno em relação ao grupo;
  • avaliação dos alunos em relação ao professor: permite avaliar a didática dos docentes;
  • avaliação dos professores em relação ao aluno: considera o ponto de vista do corpo docente em relação ao comprometimento ou desempenho de uma turma.
indicadores-educacionais

Ao gerir a sua sala de aula, analisando esses indicadores, você vai além de evidenciar o desempenho individual dos alunos, pois se desenvolverá enquanto educador. Outra forma de usar os indicadores é a autoavaliação a fim de observar suas próprias ações e tomar decisões estratégicas visando a melhoria do processo de ensino-aprendizagem.

Compreendendo seus pontos fortes e fracos, você professor, tem condições de intervir para melhorar a qualidade de seu trabalho de acordo com seus próprios critérios e prioridades.

Selecionando alguns Indicadores

Vamos concentrar nossa análise em dois dos indicadores citados acima:

  • média das notas em uma disciplina: determina o grau de dificuldade em uma disciplina;
  • média dos alunos em relação a turma: determina o nível de afastamento do aluno em relação ao grupo;

Na rotina, o professor elabora e aplica provas e trabalhos na sua turma de acordo com um cronograma previamente estabelecido. Depois, corrige e lança as notas na secretaria. Não é verdade? Então, esse processo precisa ser reavaliado com o foco na gestão das melhorias do processo de ensino-aprendizagem.

Por isso, levar em consideração alguns indicadores como média da turma em determinada disciplina, ou média do aluno em relação a turma são necessários para retroalimentar as estratégias pedagógicas do professor.

Ter esse olhar crítico sobre os dados, se debruçar em cima dessas análises, parece ser algo inalcançado pelos professores, devido a sobrecarga de trabalho. Deixe a sobrecarga de lado, e pense que se você tivesse algumas ferramentas importantes no seu dia a dia, tudo seria mais fácil. Não é mesmo?

Atualmente existem no mercado alguns software que podem auxiliar o professor a gerir indicadores na sua sala de aula, um deles é o LS-Educação.

Portanto, não se esqueça de que é primordial analisar quais indicadores são necessários dentro dos objetivos a serem alcançados como forma de aprendizagem. Levando em consideração alguns indicadores de aprendizagem e para  facilitar o seu trabalho, nós da LS Informática preparamos uma planilha gratuita de gestão de notas, com alguns indicadores de avaliação de desempenho dos alunos em relação à turma.

Baixe a planilha de gestão de notas!

E aí? Gostou do nosso conteúdo? Tem algo a acrescentar? Deixe aí nos comentários sua opinião, contribuições e dicas.

–  Texto produzido pela professora Leandra Mendes do Vale. Leandra é graduada em “Ciência da Computação”, especialista em “Desenvolvimento JAVA” e em “Educação a Distância” e mestre em “Engenharia Elétrica”.  Tem experiência na área de gestão acadêmica e desenvolvimento de software. Atualmente é Diretora de TI na LS Informática, professora e coordenadora da EaD do IMEPAC Araguari.


Gostou do Sílabe?

Conheça a versão personalizável do Sílabe Para Organizações!

Nele você aumenta o engajamento de suas formações, economiza tempo da sua equipe, com tarefas manuais, e dinheiro, cortando a papelada.