Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Como realizar avaliação de desempenho dos professores?

Estudo aponta estratégias para avaliação de desempenho de professores e alunos, corrigindo gargalos e melhorando o ensino em sua escola.

Da mesma maneira como a avaliação dos alunos é importante para os professores, a avaliação dos professores é um dado de suma importância para os gestores de uma escola. De acordo com um estudo realizado pelo Sutton Trust – entidade que financia pesquisas relacionadas à educação –, professores que lecionam em um ambiente onde são constantemente apoiados melhoram sua performance de maneira significativa após três anos de trabalho. Por outro lado, professores que dão aulas em escolas onde não há suporte podem até mesmo piorar seu desempenho.

De maneira similar, um trabalho da Universidade de Auckland, da Nova Zelândia, mostrou que o modo como os professores se desenvolvem na profissão encontra correspondências com a maneira pela qual os alunos aprendem. Estímulos positivos, em ambos os casos, aceleram a melhora da performance e favorecem tanto docentes quanto discentes. E, é claro, nem é preciso dizer: quanto melhor o desempenho do professor em uma escola, melhor costuma ser o desempenho dos estudantes.

Descubra como tornar sua organização EAD, melhorando a qualidade do ensino e poupando despesas

Os dados apresentados nos estudos acima – em especial o do Sutton Trust – permitem uma visão riquíssima de como funciona o ambiente de trabalho das escolas e como é possível aprimorá-lo, e portanto pedem detalhamento. Vamos discutir abaixo algumas das conclusões mais impactantes dessas pesquisas.

APRENDIZADO A TODO MOMENTO

O estudo de Sutton Trust sugere que sistemas de aprimoramento profissional contínuos são uma oportunidade de melhorar a eficácia e o ensino de um professor, assim como uma maneira de melhorar o aprendizado dos alunos.

Para verificar se o desempenho de um professor está melhorando ao longo do tempo, é preciso um bom sistema de avaliação. E, nesse ponto, é comum as escolas encontrarem dificuldades. Afinal, qual o jeito certo de avaliar se um professor está realmente conseguindo passar conteúdo a seus alunos?

Os pesquisadores responsáveis pelo estudo investigaram diversas formas de avaliar esses profissionais. Entre elas, foram incluídas observações de sala de aula, conversas com os alunos, comentários de colegas e profissionais mais experientes, auto avaliações, análise do planejamento de aulas e currículo.

Baseados nessas pesquisas, o estudo fornece quatro recomendações de como é possível avaliar o desempenho adequadamente um professor. Além disso, ele cita também cinco dicas de como se comunicar efetivamente com esses profissionais, para que o sistema de avaliação e seus resultados se tornem ainda melhores.

COMUNICAÇÃO: AS ABORDAGENS MAIS EFICIENTES

as abordagens mais eficientes para professores

Antes de implementar um sistema de avaliação, é recomendado saber as melhores formas de conversar e passar instruções para os professores. A pesquisa do Sutton Trust identificou que os profissionais de ensino são propensos a reagir melhor a conselhos que:

  • Dão maior enfoque em aprimorar o desempenho dos alunos, em vez de se concentrarem no professor em si;
  • São claros, específicos e incluem objetivos desafiadores;
  • Incentivam os professores a aprender de forma independente;
  • São mediados por um mentor ou profissional mais experiente, e dados em um ambiente de confiança e apoio;
  • Asseguram que o aprimoramento profissional e apoio são promovidos pelos coordenadores ou gestores da escola.

A HORA DA AVALIAÇÃO

Após ler as recomendações sobre como conversar com o professor, o gestor estará pronto para introduzir seu sistema de avaliação. As quatro recomendações sugeridas pelo estudo da Sutton Trust são:

AVALIE PRIMEIRO OS ALUNOS

Uma das formas de se avaliar a performance de um professor é analisando o desempenho de seus alunos. Para isso, todavia, é preciso criar um método efetivo e confiável de ponderar, também, a performance dos estudantes.

A pesquisa indicou que provas tradicionais para os alunos são métodos pouco confiáveis para se inferir o desempenho dos professores. Há diversos fatores que explicam a conclusão, como por exemplo a possibilidade de uma classe ter as bases pedagógicas de uma matéria mal apreendidas, o que dificulta sobremaneira o trabalho do professor.

Por isso, a dica do estudo é buscar maneiras de avaliação que fujam do esquema ‘auto-contido’. Isto é, é importante comparar os resultados de uma classe com outros de classes semelhantes (mesmo ano, mesma disciplina etc).

Uma das melhores maneiras de fazer isso é por meio de testes “crowd-based”, ou seja, através de provas padronizadas, com qualidade comprovada, que são aplicadas a um grande número de alunos de faixa etária similar. Os resultados das provas do ENEM, por exemplo, são os que mais se assemelham, aqui no Brasil, com o modelo crowd-based.

Comparando o resultado dos estudantes com outras classes ou escolas, será possível determinar com maior precisão o desempenho dos alunos e, assim, de um professor.

USE DIVERSOS MÉTODOS DIFERENTES

sala-de-aula-interação-entre-professores-e-alunos

O estudo revela que, para fazer uma avaliação eficaz e confiável, coordenadores e gestores devem obter evidências baseados em diversos métodos diferentes. O acúmulo de indícios é a melhor maneira de se chegar a uma conclusão verossímil sobre o que se passa na sala de aula.

Uma das melhores e mais modernas maneiras para se obter essas evidências é o uso de sistemas digitais e interativos de administração curricular. Um ótimo exemplo é o Sílabe. Esses serviços irão fornecer, de forma simples, prática, rápida e eficaz, informações sobre diversos aspectos diferentes do processo de ensino-aprendizagem. Por meio deles, coordenadores e gestores podem acompanhar e avaliar professores e alunos simultaneamente. É possível, por exemplo, verificar o número de alunos que realizaram uma atividade sugerida pelo professor, a média de acertos de um determinado exercício, a progressão das notas dos alunos ao longo do tempo e muito mais.

Utilizar uma ampla variedade de métodos de avaliação diferentes irá fornecer uma grande quantidade de dados. Sistemas digitais como o Sílabe facilitam a análise e a visualização das informações, indicando fatos, progressões e tendências. Através dessa visão holística do processo de ensino, será possível evitar muitas das armadilhas associadas com utilizar apenas uma forma de avaliação.

NÃO SE ESQUEÇA DAS LIMITAÇÕES DE CADA MÉTODO

Não é por que os sistemas digitais fornecem dados superiores que se pode esquecer dos esquemas mais tradicionais de avaliação! Essas informações devem sempre ‘conversar’ entre si, ajudando o gestor a ter um quadro completo do ambiente de trabalho.

O motivo pelo qual é recomendado usar diversos métodos diferentes é que cada um deles, usados individualmente, pode levar a conclusões equivocadas ou distorcidas por parte dos gestores. O estudo revela: “Todos os métodos possuem seus pontos positivos, mas todos possuem defeitos também. Eles podem ser ferramentas úteis e valiosas se forem aplicados com os melhores protocolos disponíveis, com cuidado sobre as inferências que eles permitem ou não e com a consciência, por parte de quem está aplicando, de cada um deles tem suas imprecisões”.

MANTENHA OS PROFESSORES INFORMADOS SOBRE AS FORMAS DE AVALIAÇÃO E SEUS RESULTADOS

feedback para os professores

Para muitos gestores, esta dica pode parecer ‘um detalhe’. Mas, para os professores, segui-la faz toda a diferença no ambiente de trabalho.

Ao analisar as diferentes formas de avaliação, o estudo não esqueceu de observar fatores como confiança, autoridade, poder, quem controlava as informações e como isso afetava as avaliações. De acordo com os autores, um sistema que mantém os professores constantemente informados sobre as formas de avaliação e sobre seus resultados ajuda-os a reagir de forma mais positiva em relação aos desafios propostos.

Para um gestor escolar, tão desafiante quanto compreender e ajudar a melhorar uma sala de aula é dar o suporte necessário aos professores, para que esses dedicados profissionais possam se superar e encontrar o melhor ambiente de trabalho possível quando pisarem na escola. O estudo da Sutton fornece dicas importantes para facilitar o dia a dia administrativo. Se você já testou alguma dessas ideias, por que não deixar seu comentário logo abaixo? Todos os interessados em uma educação de qualidade certamente estão interessados em conhecer sua experiência!


Gostou do Sílabe?

Conheça a versão personalizável do Sílabe Para Organizações!

Nele você aumenta o engajamento de suas formações, economiza tempo da sua equipe, com tarefas manuais, e dinheiro, cortando a papelada.